Home » Banner Principal Home Page » Saiba como a vela de ignição pode causar danos ao motor do veículo

Saiba como a vela de ignição pode causar danos ao motor do veículo

Você já parou para pensar como seu veículo funciona? Esse é um processo muito curioso que só é possível devido a vela de ignição.

Essa peça tão simples é a responsável por criar a centelha que irá provocar a combustão da mistura de ar e combustível dentro da câmara de combustão, para que assim o veículo possa funcionar.

Mas você sabia que a vela de ignição pode causar danos ao motor do veículo? No artigo de hoje vamos explicar tudo sobre esse assunto.

Quer entender mais sobre a vela de ignição? Acompanhe a leitura!

Qual a função da vela de ignição?

A vela de ignição conduz a voltagem elétrica para a parte interna da câmara de combustão e transforma essa voltagem em faísca. Com isso, ela inflama a mistura ar/combustível. Seu funcionamento adequado permite que o combustível seja queimado com mais eficiência.

Já a força gerada por meio da combustão é transmitida ao volante de inércia e ao virabrequim, o que faz dar a partida no carro.

No entanto, cada automóvel, de acordo com suas especificações técnicas, conta com tipos  diferentes de velas, que são componentes importantes no sistema de ignição e trabalham em conjunto com as bobinas.

Apesar da vela de ignição ser simples e pequena, ela é um item importante para o carro.

Seu bom funcionamento é que vai definir se o motor do veículo está trabalhando bem ou não. As velas também controlam os níveis de combustível e a emissão de poluentes.

Quais os defeitos mais comuns da vela de ignição?

As velas de ignição podem apresentar alguns defeitos. Confira:

1. Desgaste em excesso

Quando você fica muito tempo sem trocar a vela de ignição, ocorre uma erosão no eletrodo central. Dessa forma, a alta tensão fornecida pela bobina não gera a faísca.

O resultado é que o motor demora a pegar quando você acelera e sobe uma ladeira. Além disso, você sente solavancos, o que não é bom para o automóvel.

2. Eletrodos corroídos

Esse defeito na vela de ignição ocorre quando agentes e aditivos corrosivos no combustível ou no óleo lubrificante afetam os eletrodos. Às vezes, você pode confundir esse defeito com o derretimento dos eletrodos por superaquecimento.

3. Carbonização oleosa

A carbonização oleosa pode ser observada durante a partida do veículo. Ao estar na marcha lenta, você poderá notar sujeira preta e oleosa nos eletrodos.

O defeito indica que uma quantidade excessiva de óleo passa do motor para a câmara de combustão, e isso acontece devido a um dano nos anéis de pistão e nas guias de válvula. Esse problema é grave, pois pode atingir o cabeçote do motor. Por isso, é importante retificar o motor para evitar maiores danos.

4. Vela de ignição superaquecida

As velas de ignição podem superaquecer. O problema acontece devido ao derretimento parcial do eletrodo central, por causa da alta temperatura provocada pelo uso inapropriado de velas muito quentes, sujeira na câmara de combustão, defeito nas válvulas, ponto de ignição adiantado e velas muito apertadas ou mal colocadas.

5. Carbonização seca

A carbonização seca é causada por uma fuligem preta e seca que cobre a cabeça da vela de ignição e os eletrodos.

Isso ocorre devido ao combustível de má qualidade, filtro de ar sujo, injeção e carburador desregulados, problemas no afogador, motor em baixa rotação por tempo prolongado, uso de velas frias e inadequadas e faísca atrasada na ignição.

6. Eletrodos laterais e centrais fundidos

As velas inadequadas e o combustível de má qualidade elevam a temperatura na câmara de combustão. Como consequência, os eletrodos centrais e laterais são fundidos.

Quando isso acontece, o combustível passa a ser queimado por incandescência e não pela faísca, o que gera um problema ao motor do veículo.

Quais os danos causados no motor do veículo pela vela de ignição?

Uma vela de ignição com problemas pode causar sérios danos ao motor do seu automóvel. Entre eles, podemos citar:

1. Dificuldade na partida do motor

A vela de ignição tem um desgaste natural que provoca a erosão do eletrodo central. Por causa disso, há dificuldade para formar a centelha e você tem problemas para dar a partida do motor.

2. Falhas em alta rotação

Velas danificadas causam falhas em alta rotação. Isso ocorre devido ao combustível de péssima qualidade que deixa um leve resíduo de chumbo na câmara de combustão. Esses resíduos viram condutores elétricos e prejudicam o funcionamento da vela de ignição.

3. Baixa potência do motor

Caso você utilize as velas de ignição incorretas, a câmara de combustão pode superaquecer, e isso afetará a potência do motor. Andar com o veículo nessas condições pode provocar sérios problemas no motor. Portanto, vale a pena dar uma olhada para identificar o problema.

4. Fusão do motor

O dano mais grave que a vela de ignição com problemas pode causar é a fusão do motor do veículo. Isso acontece devido a alta temperatura na câmara de combustão.

Viu como a vela de ignição é importante para o funcionamento do seu veículo? Fique atento a essa peça e evite problemas!

Quer ler mais conteúdos como este? Acesse nosso post sobre 6 dicas para manter o motor do carro em perfeito funcionamento!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0

Caroline Beluque

Graduada em Publicidade e Propaganda com 21 anos, Caroline é Web Writter da empresa Connect Parts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *